Skip to content


Wagner dá graças a Deus por recuo de César Borges

O governador Jaques Wagner (PT) declarou hoje, em discurso após a confirmação de sua pré-candidatura, que o deputado estadual Marcelo Nilo (PDT) foi a sua primeira opção para a vice-candidatura, quando o nome para o Senado ainda era Otto Alencar. O petista disse que este era o acordo que tinha com o ministro Carlos Lupi (Trabalho) e com o presidente estadual do PDT, Alexandre Brust, mas que teve que recuar da posição após a recusa do senador César Borges (PR) em participar de sua chapa. O governador agradeceu ao PDT e ao PP, ressaltando a importância da legenda em sua campanha. O governador ainda aproveitou a declaração de um militante para dizer que dá graças a Deus por não ter fechado um acordo com César Borges para que o republicano integrasse sua chapa. “Eu também acho graças a Deus (após mencionar a saída de Borges da chapa e ouvir o militante gritar ‘graças a Deus’). Fiz o que acreditava correto, mas como você disse, Deus escreve certo por linhas tortas. Defendi um ponto de vista e a energia positiva fez acontecer outra coisa, mas eu não me arrependo de nada”, disse.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Posted in Política Livre, Política Local.

Tagged with , , .