Skip to content


Um clown chamado Berlusconi

Mais uma vez o premiê italiano Sílvio Berlusconi volta ao centro das atenções midiáticas e, mais uma vez, não é para falar de política, desta vez não é nem para falar da transferência de Kaká do Milan para o Real Madrid, mas sim, falar novamente de sua vida pessoal. E não foi porque apareceram novas fofocas em tablóides, nem nada do tipo, mas foi porque o jornal El País da Espanha publicou hoje diversas fotos de festinhas dadas pelo clown italiano em sua mansão na Sardenha.

O problema maior não é a festa em si. Afinal de contas, ele dá festa para quem quiser e convida quem quiser, mas o problema de Berlusconi é que ele teima misturar sua vida pessoal com prerrogativas concedidas pelo cargo que ocupa. Os convidados de sua festinha particular na Sardenha foram para lá em aviões oficiais, algo mais escandaloso do que a farra aérea dos deputados brasileiros, já que pelo que parece parlamentar nenhum usou cota de passagem para realizar bacanal.

E esta mistura do público com o privado feita pelo premiê italiano já havia ocorrido este ano, quando ele quis que modelos, apresentadoras de televisão – algumas funcionárias de seu conglomerado econômico – fossem candidatas ao Parlamento Europeu por seu partido, o Povo da Liberdade (PDL). Não fosse a reação irada de sua ex-esposa, Veronica Lazio, teria conseguido devido à inércia da opinião pública italiana e a fraqueza do partido de centro-esquerda, o Partido Democrático (PD).

Para vocês terem uma ideia da gravidade da situação italiana, Berlusconi é reconhecidamente um primeiro-ministro fanfarrão, vive cometendo gafes – que ele disse recentemente terem sido inventadas pela imprensa – mistura o público com o privado, criou uma lei que o deixa isento de ser julgado pela justiça italiana e mesmo assim lidera a corrida pro Parlamento Europeu. A única explicação que consigo é o fato dele dominar o maior conglomerado midiático italiano e a comunicação estatal. Não há outra razão.

Encerro com o seguinte trecho do editorial da corajosa edição do El País: “Con este escándalo Berlusconi queda al desnudo, pero no como ciudadano, sino como político. Si hasta ahora sus salidas de tono se habían tomado a broma, hoy existen nuevas y poderosas razones para advertir que lo que el primer ministro está poniendo en juego es el futuro de Italia como Estado de derecho. Y una Italia que se deslice por la pendiente a la que la está arrastrando Berlusconi no es sólo un motivo de preocupación para los italianos, sino para todos los europeos”.

Para ver as fotos da festa, cliquem aqui. (Proibido para menores de 18 anos. Berlusconi é uma piada de mau gosto).

No vídeo, vocês veem ele desmentir que tinha falado sobre a vita nuova per Napoli. Pobre Itália.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Posted in Política Internacional.