Skip to content


Tristes casos da segurança da Bahia

Mais uma notícia negativa para a segurança pública da Bahia. Na tarde de hoje, três coronéis da Polícia Militar foram presos a mando da Secretaria estadual de Segurança Pública (SSP) por fraudar licitações da corporação. Entre os presos, está o ex-comandante da PM no Estado, coronel Jorge Santana.

O governador Jaques Wagner ao saber das denúncias, fez o que se esperava, afastou Santana e pediu que a SSP apurasse as denúncias. Assim foi feito e o resultado foi conhecido hoje. O problema reside no próprio fato de que três coronéis, bem pagos, com soldos imensamente superiores aos militares de outras patentes, resolveram ganhar uma graninha extra de forma ilícita e meteram a mão no erário público.

Apesar de se tratar de questões diferentes: corrupção e violência, o caso não deixa de representar mais um abalo na imagem da área de segurança do Estado. Afinal de contas, só esta ano já foram manchetes o aumento de crimes na ilha de Itaparica, depois o assassinato de Regina Cotrim, viúva do ex-deputado Maurício Cotrim cujo caso ainda não foi elucidado, seguido do assassinato de um delegado federal no IAPI.

Por falar no Caso Cotrim, eis um caso que merece ser acompanhado de perto por toda a população baiana para cobrar ações enérgicas do governo estadual sobre o assunto. Sete pessoas ligadas ao assassinato do ex-deputado foram mortas e o assunto não para de ter novos desdobramentos, inclusive o deputado estadual Getúlio Ubiratan (PMN) foi buscar ajuda do ministro da Justiça, Tarso Genro, para garantir a sua segurança.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Posted in Política Local.