Skip to content


Serra se irrita com críticos

Muito se fala do mau humor da ex-ministra Dilma Rousseff, candidata do PT à presidência. Inclusive, não foram poucas as vítimas das suas cobranças e seus gritos – ministros, presidentes de estatais, secretários executivos. Mas me tem chamado muito a atenção o mau humor e a irritação do candidato do PSDB à presidência, José Serra. Não é que seja novidade esta postura do tucano, mas, depois do “Lulinha Paz e Amor”, não estava mais acostumado com este tipo de atitude vindo de um líder nas pesquisas eleitorais.

Na ordem cronológica, só nesta campanha, Serra já demonstrou irritação com uma repórter, durante um debate no Rio Grande do Sul, com Danilo Gentili do CQC, com Miriam Leitão da rádio CBN/Rede Globo e a vítima mais recente foi o mediador do programa Roda Viva Heródoto Barbeiro (suspeito que possam ter havido outros que eu não tenha tomado nota). Na última segunda-feira, Heródoto ousou questionar Serra sobre o preço dos pedágios de São Paulo e Serra, visivelmente irritado, respondeu que este tipo de questionamento é “trololó petista” (veja o vídeo abaixo).

Aliás, esta resposta de Serra me permitiu comprovar mais uma característica do ex-governador de São Paulo. Ele não gosta de ser criticado (ninguém gosta, é verdade) e sempre cai na redundância de responsabilizar os seus adversários diretos. Voltando ao caso do Roda Viva, não me parece que Heródoto Barbeiro seja petista e não adiantou o jornalista ter exemplificado a crítica com um caso pessoal – disse que pagou R$ 8 para andar 10 KM -, porque Serra tornou a dizer que era coisa da oposição.

De maneira alguma, quero dizer que o candidato tucano não possa discordar, mas o argumento utilizado é um artifício para tirar a responsabilidade de si mesmo. Já que não pode criticar os governos anteriores de São Paulo pelo fato de seu grupo político estar mandando no estado há 20 anos (desde o primeiro governo de Mário Covas, que teve a grande responsabilidade de governar São Paulo após a desastrosa gestão de Luiz Antônio Fleury Filho), Serra minimiza as críticas enquadrando-as como provocação de seus adversários.

Uma explicação para tanta irritação pode ter sido dada hoje pela colunista Mônica Bergamo da Folha de S. Paulo. Segundo ela, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, presidente de honra do PSDB, teria confidenciado a amigos que não acredita em uma vitória do candidato tucano na disputa presidencial de outubro.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Posted in Política Nacional.

Tagged with , , , , .