Skip to content


Secom e IRDEB

Agora com a criação de uma secretaria estadual de Comunicação (Secom), com quem deveria ficar o Instituto de Radiodifusão do Estado da Bahia (IRDEB)? Faço esta pergunta, porque, apesar de ter sido criado como uma fundação cuja missão é valorizar a cultura do estado da Bahia, o IRDEB se aproxima de discussões e ações mais pertinentes à comunicação.

O secretário de Comunicação Robinson Almeida assumiu o cargo prometendo pensar políticas públicas para a comunicação e daí, acho justo que se discuta se não seria o caso do IRDEB ser transferido para a Secom ou ainda se tornar uma estrutura com orçamento próprio igual à Empresa Brasileira de Comunicação (EBC).

Acredito haver uma necessidade da gestão do IRDEB se profissionalizar. Nada contra Póla Ribeiro, mas boa parte da produção da TVE poderia ficar ainda melhor se chegassem mais recursos para compra de material, modernização dos aparelhos e estúdios, valorização dos funcionários e fortalecimento do seu caráter público.

Ou seja, não se deve confundir transferência para Secom com transformação da TVE em TV estatal (apesar de já estar bem próxima disto – há quem diga que já é). Além destas questões, acredito que há muito tempo, o IRDEB deixou de ser (ou nunca foi) prioridade para a Secretaria de Cultura (Secult). E não tinha que ser prioridade mesmo com tantos temas a tratar na Cultura.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Posted in Política Local, TV.

Tagged with , , , , .