Skip to content


PT pede ação contra crime organizado na divisa entre PE e PB

Depois que emiti minha opinião sobre as ameaças que o deputado Luiz Couto (PT-PB), fui buscar no site do PT alguma informação sobre as providências que o Partido dos Trabalhadores estava tomando em relação ao assunto. Achei lá que o líder do PT na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (SP), o presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini (SP) e integrantes da bancada do partido reuniram-se, ontem, com o ministro da Justiça, Tarso Genro.

Os parlamentares relataram ao ministro a preocupação com a ação do crime organizado e de grupos de extermínio na divisa entre os estados de Pernambuco e Paraíba, onde foi assassinado o vice-presidente do PT em Pernambuco, o advogado Manoel Bezerra de Mattos Neto. Segundo o líder do PT, foram solicitadas ao ministro Tarso Genro providências urgentes.

“Pedimos a federalização, ou seja, transferência da competência de julgamento para a Justiça Federal, do processo de investigação do assassinato do companheiro Manoel Mattos. Esse pedido será formalizado ao ministério da Justiça e ao Ministério Público Federal. Além disso vamos formalizar um pedido de proteção policial para o deputado Luiz Couto (PT-PB), que está sendo ameaçado”, disse Vaccarezza.

A deputada Iriny Lopes (PT-ES), que participou do encontro, relatou que também foi solicitada proteção para a família de Manoel Mattos. Iriny Lopes disse ainda que o ministro da Justiça informou que já está em contato com os governadores de Pernambuco, da Paraíba e de Alagoas para tratar da violência na região.

Também participaram do encontro com o ministro da Justiça, Tarso Genro os deputados Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), João Paulo Cunha (PT-SP), Luiz Couto (PT-PB), Maurício Rands (PT-PE), Paulo Teixeira (PT-SP), Pedro Eugênio (PT-PE), e Paulo Rubem Santiago (PDT-PE). Informações do site do PT.

Leia Mais:

Vicentinho denuncia ameaças a deputado Luiz Couto

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Posted in Política Nacional.