Skip to content


Prefeito de Cachoeira comemora reeleição e fala de perseguição

O prefeito reeleito de Cachoeira, Fernando Pereira, mais conhecido como Tato (PMDB), aproveitou a solenidade de transferência da capital para a cidade do Recôncavo, realizada hoje, para falar sobre o imbróglio em que ele se envolveu com o seu partido. Perto da disputa eleitoral do ano passado, o prefeito foi ameçado pelos dirigentes estaduais do PMDB de ter sua filiação cassada, o que impediria que ele disputasse a reeleição, por ter elogiado o ex-governador Paulo Souto (DEM). Tato acabou tendo o seu registro confirmado e foi reeleito com 83% dos votos válidos.

“Governador, mesmo com toda perseguição feita contra este prefeito, o povo de Cachoeira me reelegeu com 83% dos votos. A maior votação de um prefeito reeleito na Bahia e a segunda maior do Brasil”, disse. O peemedebista agradeceu ainda o anúncio de obras feito pelo governador e afirmou que a população da cidade saberá retribuí-lo em um momento oportuno, fazendo uma alusão às eleições do próximo ano, contrariando a disposição de seu partido em lançar uma candidatura própria ao governo estadual, encabeçada pelo ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional).

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Posted in Política Livre, Política Local.