Skip to content


Pinheiro é o novo secretário estadual de Planejamento

O deputado federal Walter Pinheiro (PT) é o novo secretário estadual de Planejamento. O petista assume o lugar do economista Ronald Lobato. Com este gesto, o governador Jaques Wagner (PT) matou dois coelhos com uma cajadada só: prestigiou Pinheiro dando um cargo no governo estadual e fortaleceu a Secretaria do Planejamento (Seplan).

É público e notório que a Seplan é uma pasta técnica, mas sem sombra de dúvidas, Pinheiro que é um parlamentar ligado à área das telecomunicações, dará uma dimensão mais política ao cargo. Ele chega com o peso de ter sido o deputado federal mais votado de seu partido em todo o país e de ter conseguido mais de 500 mil votos na disputa para prefeito de Salvador.

A indicação pode, no entanto, gerar dois efeitos contraditórios: 1- Pinheiro fica mais próximo do governador e não vai gerar problema na escolha do nome ao Senado – cargo atualmente mais concorrido do que o do governador; 2- O nome dele se fortalece e ele força uma candidatura ao Senado já que declarou que não deseja mais ser candidato. A segunda possibilidade é mais difícil porque o governador já deixou claro que não aceita imposições.

Caso se candidate ao Senado, Pinheiro vai bater de frente com a sua ex-colega de chapa à prefeitura de Salvador, a deputada Lídice da Mata (PSB) que também almeja a vaga. Isto considerando que a segunda vaga ao Senado na chapa de Wagner vá ser do ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), hoje mais propenso a disputar o cargo de governador.

Se Geddel não for candidato ao governo, Pinheiro continua como secretário de Wagner, inclusive podendo receber uma pasta melhor, como a Casa Civil ou as Relações Institucionais, caso o petista se reeleja. Se o peemedebista for pro bate-chapa contra Wagner, Pinheiro provavelmente concorrerá ao Senado, dividindo a atenção da esquerda com Lídice.

Hoje, parece ser pouco provável que o PCdoB consiga colocar Haroldo Lima na chapa de Wagner. Pode tentar lançar uma candidatura avulsa de Lima, o que é muito improvável. Ou seja, é clichê, mas nada ainda está garantido para a disputa estadual de 2010. Certa mesmo, por enquanto, só a candidatura à reeleição de Wagner.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Posted in Política Local.