Skip to content


Líder do PT afirma que eleição de Maracajá representa “desmoralização” para TCM

Entrevista publicada originariamente no Política Livre:

Por Thiago Ferreira

Em entrevista agora há pouco ao Política Livre, o líder do PT na Assembléia, deputado Paulo Rangel, autor de um projeto que propõe a extinção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), afirmou que a eventual eleição de Paulo Maracajá para presidente do órgão seria uma “infelicidade incrível”.

Para Rangel, as suspeitas que incidem sobre Maracajá o desabilitam para o cargo. “Seria a desmoralização do Tribunal, uma pessoa suspeita de enriquecimento ilícito ser alçado à condição de presidente. Se for comprovado este fato, não podem os conselheiros fazerem ouvido de mercador. A bancada do PT vê com preocupação este fato”, concluiu.

Alguns parlamentares, assim como Rangel, defendem a extinção do TCM por entender que a fiscalização de contas dos municípios pode ser realizada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Na época, a proposta do petista foi arquivada pelos deputados na Assembléia Legislativa.

Horas depois desta entrevista e, após a nova denúncia feita pelo procurador-geral do Estado, Lidivaldo Brito, Maracajá desistiu de ser candidato à presidência do TCM.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Posted in Política Livre, Política Local.