Skip to content


Exercitando a Futurologia – Eleição do Paraná

A disputa eleitoral no Paraná talvez seja uma das mais complexas do país. Houve disputa nas candidaturas do governo e da oposição. No governo, os candidatos Orlando Pessuti (PMDB) e Osmar Dias (PDT) – governista na União e oposição no Paraná – disputaram até o último dia da confirmação das candidaturas para ver quem seria o candidato. Após uma articulação de Lula, PMDB e PDT, Pessuti abriu mão da pré-candidatura e Dias foi oficializado.

Depois de ter ficado no quase em 2006, Dias deve ser eleito agora (foto: Senado)

Na oposição, a disputa esteve restrita a dois nomes do PSDB: Beto Richa, prefeito de Curitiba, e Álvaro Dias, senador do estado. Com o passar dos meses, foi ficando claro que a cúpula tucana ia deixando Dias de lado e confirmando o nome do prefeito curitibano. Richa foi confirmado candidato das oposições federal e do estado após votação do diretório estadual do PSDB.

Hoje, de um lado, no estado, estão o PT de Gleisi Hoffmann, candidata ao Senado, e os ex-adversários Roberto Requião (PMDB) e Osmar Dias (PDT). Os dois se enfrentaram na eleição de 2006, quando Requião foi reeleito e, hoje, ele está na chapa de Dias para o Senado. Do outro, está Richa, os tucanos e o DEM do Paraná. No entanto, há defecções no PSDB. O candidato derrotado na escolha interna da legenda, o senador Álvaro Dias, irmão de Osmar, declarou apoio ao pedetista.

Apesar de toda esta articulação em torno de Dias, as primeiras pesquisas iam indicando uma vitória de Beto Richa. Prefeito curitibano bem avaliado, Richa ia surfando nesta aprovação e aproveitando as consequências da definição no lado governista. No entanto, de umas semanas para cá, as pesquisas têm indicado o crescimento de Dias e a queda de Richa. Dias que havia ficado no quase por apenas 0,2% está, cada vez mais próximo, de se tornar governador do Paraná.

A ironia disto tudo: o primeiro cargo público de Osmar Dias foi no governo de José Richa, pai de ninguém menos que, seu adversário, Beto Richa. O mundo dá voltas.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Posted in Política Nacional.

Tagged with , , , , , , .