Skip to content


Estamos de Olho: Salvador não aparece na lista do ministro

O ministro Márcio Fortes (Cidades) deu uma entrevista hoje ao Jornal do Brasil em que falou de obras relativas à copa em diversas cidades que serão sede. Algumas ficaram de fora da lista feita por Fortes, entre elas, Salvador. É claro que o fato dele não ter citado Salvador não significa que a cidade esteja atrasada ou enrolada no que tange às obras de infraestrutura, mas eu tenho a mania de ficar com pulgas atrás da orelha.

A minha cisma veio do fato de, ao ser perguntado sobre quais cidades requisitaram o VLT, ele ter citado apenas Manaus e Brasília. O veículo leve sobre trilhos (VLT) havia sido proposto pelo governo do Estado. Já foi descartado? Parecia ser um projeto mais audacioso e moderno do que o corredor exclusivo de ônibus e ainda tinha a vantagem de chegar até Lauro de Freitas, cidade da região metropolitana e porta de entrada do litoral norte.

Eu tenho acompanhado com especial interesse as obras da Copa desde que comecei esta seção Estamos de Olho e fiquei preocupado com as notícias mais recentes: reclamações do PPS sobre a organização por parte da prefeitura de Salvador e a escolha do consórcio que vai reformar e gerir a Fonte Nova. Se as obras de infraestrutura ficarem relegadas a um segundo plano, a população de Salvador – aquela parte que não vai ter acesso aos jogos – terá perdido a razão de comemorar a escolha da cidade para sediar a Copa.

P.S: Não tem a ver com a Copa, mas achei muito pertinente a cobrança feita por moradores de Cajazeiras e publicada em A Tarde sobre a obra interligando Cajazeiras à BR-324 não ter saído ainda do papel. O povo tá de olho, João.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Posted in Política Local.