Skip to content


E Miami, João?

Um dia destes recebi um email da SECOM da prefeitura de Salvador mostrando como ficará o Mercado do Peixe, ali, no Rio Vermelho, após a intervenção da Nova Schin. Hoje, quando passei por ali, vi que o mercado já foi demolido e que os donos dos estabelecimentos dali estão mal instalados no Largo da Mariquita. E foi aí que me veio a mente a promessa do prefeito durante a campanha municipal de 2008: igualar a orla de Salvador à orla de Miami.

Um breve comentário sobre a obra no Rio Vermelho, para não dizerem que eu só falo mal da prefeitura de Salvador: ela parece ser legal. Construção de anfiteatro no Rio Vermelho (se tiver melhor utilização do que aquele do Costa Azul, tá valendo), reforma do Mercado do Peixe (com a permanência dos antigos proprietários?), marco em homenagem a Caramuru e obras de requalificação da área.

Agora retornando à discussão sobre a orla de Salvador ser transformada em orla de Miami (acho que não é a melhor ideia fazer esta transformação, mas continuemos discutindo nesta perspectiva), não me parece que as atuais obras não tenham nem chegado perto disto.

A nossa orla não tem infra-estrutura básica – banheiro, por exemplo, não se encontra –, não tem local para os salva-vidas direito, entre outros problemas. Ainda tem as promessas emperradas na Justiça – Aeroclube e barracas de praia – que me impedem acreditar que a orla de Salvador fique igual às das suas vizinhas daqui do Nordeste mesmo, como a sempre elogiada orla de Fortaleza.

Por isto, sugiro ao prefeito que mude a ideia de construir uma orla americana em Salvador (ainda tenho as minhas dúvidas do que ele quis dizer com isto). Já vai estar de bom grado se ficar igual à da capital cearense e olhe que quem fala não é alguém que mora fora e volta a Salvador para visitar. Moro há 23 anos nesta cidade, então, não visto a carapuça direcionada pro Nizan.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Posted in Política Local.