Skip to content


De quem é a culpa pelo caos em Salvador?

O título deste post é também a pergunta da enquete do Pitacos desta semana. Afinal, de quem é a culpa pelo caos em Salvador? É difícil perante uma tragédia, na qual seis pessoas morreram em dois dias, apontar responsáveis. Afinal de contas, por mais irresponsável que seja um gestor público, ninguém em sã consciência pode imaginar que uma pessoa em um cargo público deseje a morte de um habitante da localidade pela qual é responsável.

Fazendo estas considerações, pega mal, muito mal, para governistas e oposicionistas em Salvador ficarem neste jogo de empurra sobre as responsabilidade, citando as pessoas mortas para fazer o jogo político. O governo municipal em Salvador tem errado – e isto não começou nesta gestão – por não cuidar da forma que deve da contenção de encostas, da limpeza de bueiros. No entanto, o fato é que choveu do dia 1º para cá em Salvador, 1/3 do esperado pro mês inteiro.

Nenhuma cidade do país suporta uma quantidade de chuva desta. Este é o ponto. O governo do Estado levou o tempo que achou necessário para dar o seu parecer sobre o pedido de emergência elaborado pela prefeitura de Salvador e não parece que foi este processo que ocasionou as mortes destes dias na cidade. Afinal de contas, o pedido de emergência ajuda na resolução do problema, enquanto que o que parece massacrar Salvador é um problema de prevenção.

A cidade enche de água, derrete, sempre que chove. As chuvas destes dias foram fora do normal, o que possibilita a isenção de responsabilidades. No entanto, parece ser urgente investimentos reais na infra-estrutura da cidade para que, na próxima chuva forte, não termos que realizar este mesmo debate e tenhamos que assistir ao triste espetáculo encenado por governo e oposição municipal.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Posted in Política Local.