Skip to content


Baby Doc de volta ao Haiti

Papa Doc (em pé) e Baby Doc

Me surpreendeu a notícia veiculada ontem que o sanguinário Baby Doc voltou ao Haiti após 25 anos de exílio na França, sem ser preso em sua chegada, e escoltado pela Minustah (Missão das Nações Unidas para a estabilização do Haiti). Para quem não conhece a história do país, Baby Doc e seu pai, Papa Doc, governaram o Haiti durante 28 anos (1957-1985) e são os principais responsáveis pelos problemas sociais, econômicos e políticos existentes na ilha.

Enquanto estiveram no governo, Papa Doc e Baby Doc perseguiram os seus opositores, através de uma guarda pessoal do ditador, denominada tontons macoutes – bichos papão em português -, que espalhavam o terror em todo o Haiti. Além disto, os dois exploravam as práticas do vodu como forma de controle social através da religião. Expulsaram os membros da Igreja Católica, e controlavam a oposição existente no Haiti.

François Duvalier, Papa Doc, foi eleito presidente em 1957 e, em 1964, reescreveu a Constituição decretando a sua presidência vitalícia. Quando morreu, em 1971, foi substituído por seu filho, Jean-Claude Duvalier, o Baby Doc, que deu prosseguimento ao regime de terror do seu país. Em 1985, após pressões da comunidade internacional e com o enfraquecimento do seu sistema terrorista, tendo sido retirado à força, Baby Doc pediu exílio à França, onde estava até agora.

Haiti após o terremoto (foto: Reuters)

A volta de Baby Doc está circundada por uma série de tenebrosos acontecimentos. Acontece na mesma semana em que os haitianos relembram o terremoto que destroçou grande parte do país no ano passado. Coincide com a suspensão da realização do segundo turno da eleição presidencial e encontra um cenário tão ruim ao deixado por ele em 1985. Baby Doc voltou secretamente e diz que quer ajudar a reconstrução do país.

Não dá para acreditar nas suas intenções. A presidenta Dilma Rousseff tem mais este abacaxi internacional para resolver, já que o Brasil é o país que lidera a Minustah. Não podemos deixar o sofrido povo haitiano voltar a ficar sob qualquer influência de Duvalier. O Brasil tem que pressionar, junto com outras nações, para que haja logo o segundo turno, com as devidas apurações sobre irregularidades, e para que Baby Doc seja preso.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Posted in Política Internacional.

Tagged with , , , .