Skip to content


2014: Resultado das eleições aponta ameaça à reeleição de Tarso Genro

Entre os governadores da base do governo Dilma Rousseff, nos maiores colégios eleitorais, o desempenho da base do petista Tarso Genro foi o mais preocupante. Os aliados do governador levaram Porto Alegre, Caxias do Sul, Canoas e Rio Grande. As duas primeiras com o PDT e as duas últimas com o PT. E, nem nessa base, pode-se dizer que há tranquilidade para o petista. É fato conhecido entre os gaúchos que o prefeito da capital, José Fortunatti, do PDT, é candidatíssimo ao Palácio do Piratini. Pretensão que ficou ainda mais forte com a reeleição já no primeiro turno (p.s: O candidato do PDT acabou sendo o deputado Vieira da Cunha).

Aliás, o resultado deixa um ensino para o PT gaúcho que, no decorrer da campanha, elegeu a deputada federal Manuela D’Ávila (PCdoB) como a principal adversária a ser batida. O desempenho do PT na capital foi, se não o pior, um dos piores já alcançados pela legenda. Se por um lado, a situação não é boa para o PT, tampouco é boa para aquela que era apontada como a principal adversária de Tarso antes das eleições, a senadora Ana Amélia (PP), que apoiou Manuela à revelia do seu próprio partido.

Apesar de continuar sendo o partido com maior número de prefeituras no estado, o desempenho do PP não foi bom entre o TOP 10 e sofreu uma queda em número de cidades. O PT cresceu timidamente, ganhando a administração de mais 11 municípios, totalizando 72. Na oposição a Tarso Genro, a análise do TOP 10, permite ver que PMDB e PSDB têm motivos para comemorar. Cada um ganhou três cidades (os tucanos Pelotas, Viamão e São Leopoldo e os peemedebistas, Santa Maria, Gravataí e Novo Hamburgo). Resta saber quem será os candidatos de cada partido (p.s: PSDB resolveu apoiar a senadora Ana Amélia, do PP, e o PMDB se aliou ao PSB, indicando o ex-prefeito de Caxias do Sul, José Ivo Sartori. Segundo as últimas pesquisas, Tarso Genro e Ana Amélia estão empatados na liderança).

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments

Posted in Política Nacional.

Tagged with , , , , .